fbpx
Pode Entrar

20 séries imperdíveis em 2020

O ano mal começou e já é possível apontar várias séries que serão lançadas e despertaram várias expectativas na nossa equipe.

Aparentemente, as plataformas de streaming não estão para brincadeira e resolveram colocar a mão na massa para fornecer entretenimento de qualidade para os seus assinantes.

Se em anos anteriores o destaque ficou todo (ou quase todo) para a Netflix – que já começou 2020 com várias estreias – , a empresa ganhará companhia na “briga” pela atenção do público e outros grandes nomes, como Prime Video, HBO GoGloboplay, também produzirão muito conteúdo interessante nos próximos meses.

Quem ganha a disputa? A gente, óbvio. Podemos esperar uma grande diversidade de produções para 2020 e que trarão visões distintas, mesmo quando possuírem temas em comum, já que os streamings possuem particularidades capazes de assegurar diferenciais em suas séries.

Por tudo isso, o Maratonista de Menu está bastante empolgado e decidiu compartilhar, ainda na semana inaugural, quais são as 20 séries mais imperdíveis de 2020 com base no material que foi divulgado pelas plataformas até o momento.

Todxs Nós é uma série brasileira, produzida pela HBO, e em linhas gerais, o programa abordará temáticas LGBTQ+ e aproveitará a oportunidade para discutir outros temas atuais, como racismo e assédio.

De cara, é possível destacar que série acompanhará Rafa (Clara Gallo), uma jovem que deixa a casa de seus pais para se mudar para São Paulo. A mudança da garota será o ponto de partida da série, que contará com apenas 8 episódios de 30 minutos de duração cada.

Porque vai valer a pena?

Só por se tratar de um produto brasileiro, já acredito que compensa dar uma chance e incentivar a produção de conteúdo nacional para que ainda mais seja feito. Quando se associa isso ao fato de que a HBO está por trás da série, o Maratonista de Menu fica bastante empolgado. Afinal, a emissora não costuma errar a mão quando o assunto é qualidade.

A temática também foi um ponto fundamental para que Todxs Nós entrasse na lista. Afinal, é bastante atual e válida para a sociedade, de forma que pode trazer consigo algum esclarecimento para o público sobre questões do universo LGBTQ+.

Hunters será ambientada na cidade de Nova York durante o ano de 1977. A série do Prime Video contará a história de um grupo de caçadores de nazistas, chefiado por Meyer Offerman (Al Pacino).

O ponto de partida será a morte da avó de Jonah Hidelbaum (Logan  Lerman), que representará um verdadeiro mistério para o rapaz. Em busca de descobrir o assassino, Jonah vai acabar esbarrando com o grupo de Meyer, chamado The Hunt, e unirá forças com eles, que desejam combater os diversos ex-seguidores de Hitler escondidos pelas ruas de Nova York, vivendo sob novas identidades, enquanto esperam para tentar fundar o “Quarto Reich”.

Por que vai valer a pena?

Não sei quanto a vocês, mas depois de assistir o trailer de  Hunters eu tenho certeza que ela será um verdadeiro sucesso do Prime Video. Além disso, gostei bastante da escolha de colocar tantos nomes conhecidos e importantes no elenco, como o próprio Al Pacino.

Indo um pouco além, vou deixar registrado que essa série é uma das minhas grandes apostas para o ano. Se você gosta de produções movimentadas e com um bom ritmo, com certeza vai valer a pena dar uma conferida em Hunters – pelo menos julgado pelo trailer.

House of The Dragon abordará a história da Casa Targaryen e se passará 300 anos antes dos acontecimentos narrados em Game Of Thrones. Ao que tudo indica, o ponto de partida para o enredo da série será o livro Fogo & Sangue, escrito por George R R. Martin.

Por que vai valer a pena?

Mesmo que vários fãs ainda estejam magoados com a reta final de  Game Of Thrones, que foi bastante frustrante, esse mesmo público deve estar ansioso por House of The Dragon. Síndrome de Estolcomo? Talvez. Mas o fato é que a saga acabou conquistando muitos fãs e um público bastante fiel ao longo dos anos. Esse público, por sua vez, não se deu por vencido depois de um final ruim.

Para mim, House of The Dragon representa uma chance de redenção por parte da HBO. Vamos aguardar.

De uma forma muito inesperada, Run vai misturar a comédia romântica com o suspense (?).

A série contará a história de Ruby (Merritt Weaver), uma mulher que tem uma vida bastante monótona. Entretanto, após fazer um pacto de juventude (!), ela verá tudo mudar significativamente. De acordo com as sinopses divulgadas pela HBO, a ideia da protagonista ao fazer esse pacto é reinventar a sua vida e ter tempo para encontrar o “verdadeiro amor”, ainda que o custo seja abrir mão tudo o que faz parte de sua vida anterior ao pacto.

Por que vai valer a pena?

O meu critério para incluir Run nessa lista foi só um: comédia romântica + suspense. Assim que soube da mistura de gêneros, a curiosidade foi grande e, para mim, a experiência de assistir será válida a partir do momento que se trata de algo com uma proposta tão diferente.

É preciso destacar que ainda não se tem muitas informações divulgadas sobre A Maldição da Mansão Bly. Nem mesmo o elenco que fará parte da segunda temporada do programa – uma “continuação” de A Maldição da Residência Hill – foi divulgado.

Entretanto, a ideia é dar continuidade à atmosfera da temporada anterior e ainda manter algumas semelhanças, mesmo que a história se passe em outra casa e conte com novos mistérios.

Por que vai valer a pena?

Após o grande sucesso de A Maldição da Residência Hill, espera-se que a segunda temporada da antologia (a gente já pode chamar assim?) traga tensão de roer as unhas, além de discutir outros temas interessantes no subtexto. O primeiro ano da série foi impecável em vários aspectos e eu também espero que a qualidade seja mantida.

Ratched contará a história de Mildred Ratched (jura?) a cruel enfermeira de Um Estranho no Ninho. O projeto será encabeçado pelo roteirista mais trabalhador do showbusiness, Ryan Murphy, e funcionará como uma espécie de prequel para a história que se vê no longa-metragem.

Até o presente momento, o que se sabe é que Ratched a série começará ainda no ano de 1947 e contará toda a trajetória de Mildred até ela se tornar o “monstro” que assistimos em Um Estranho no Ninho.

Para animar ainda mais, a produção executiva ficará a cargo de Michael Douglas, produtor do filme, de Sarah Paulson e de Ryan Murphy. O roteiro, por sua vez, será assinado por Evan Romansky.

Por que vai valer a pena?

Eu gosto bastante de saber quais foram os caminhos que levaram um personagem até um determinado ponto, como no caso de Mildred Ratched. Nada sobre o passado dela é contado no filme (e nem teria um motivo para isso) e não se sabe o que fez com que ela se transformasse em uma assassina fria.

Para quem gosta do longa-metragem, esse também deve ser um momento de expectativa, já que acho impossível alguém não se sentir minimamente interessado por saber o que existe atrás de tanta crueldade.

The Undoing acompanhará a terapeuta Grace Sachs (Nicole Kidman), que tem uma vida perfeita. Ela é uma profissional de sucesso, tem um marido dedicado e é mãe de um garoto que estuda em uma escola particular de elite na cidade de Nova York. Além disso, Grace está às vésperas de lançar o seu primeiro livro.

Será exatamente nesse ponto que a protagonista de The Undoing verá tudo ruir bem diante dos seus olhos. Grace acabará descobrindo uma série de coisas que mudarão o curso de sua vida por completo.

Por que vai valer a pena?

Essa é fácil de responder: Nicole Kidman. Esse é um ponto que deve ser considerado por qualquer um e, quando somado à sinopse de The Undoing, tem-se a possibilidade de ver Grace sofrendo – o que Nicole faz muito bem, obrigada.

Além disso, outro fator que me motiva bastante a acompanhar a série é o suspense envolvendo os acontecimentos que destruirão a vida da protagonista. Porém, eu estava convencida e fazendo campanha pra série ao ler “Nicole Kidman”.

I Know This Much Is True será adaptada a partir do romance de mesmo nome, do autor Wally Lamb. A minissérie contará com oito episódios e foi descrita pelos envolvidos na produção como uma “saga familiar” na qual Mark Ruffalo interpretará os gêmeos Dominick e Thomas Bridsey.

Além disso, I Know This Much  Is True abordará questões identitárias dos Estados Unidos durante o século XX por meio dos protagonistas.

Por que vai valer a pena?

Novamente, coloquei expectativas nessa série pelo ator, já que poucas informações e imagens dela foram divulgadas até o momento. Porém, por se tratar de um drama, dá pra esperar discussões, disputas e brigas, ou seja: tô dentro. Além disso, será interessante ver Ruffalo interpretando gêmeos.

Desalma terá como ponto de partida a história de uma mulher que começa a ver pessoas mortas. Entretanto, os mortos em questão foram vítimas de um assassinato, ocorrido no interior do Paraná. Além disso, de acordo com as informações já divulgadas, a série vai abordar temas como magia negra, bruxaria e outras questões sobrenaturais.

Por que vai valer a pena?

Primeiramente, trata-se de uma série de terror e suspense produzida no Brasil, na qual serão tratados os temas destacados anteriormente. Por ser um gênero pouco explorado nas séries nacionais, decidimos incluir na lista para divulgar. De verdade: o Maratonista de Menu está vendo potencial. Estou bastante empolgado para conferir e isso só se potencializa quando penso na Cássia Kiss como protagonista.

Onde Está Meu Coração? seguirá a história de Amanda (Letícia  Collin), uma jovem e brilhante médica que sempre foi bastante dedicada à profissão e aos pacientes. Porém, devido às pressões envolvidas nisso, Amanda acaba sucumbindo à carga exaustiva de trabalho e procura consolo nas drogas.

De acordo com as sinopses divulgadas, a protagonista tentará se livrar do vício e, simultaneamente, verá a sua vida ruir em vários aspectos: o casamento com Miguel (Daniel Oliveira), o relacionamento com a irmã, Júlia (Manu Morelli), e também com os seus pais, David (Fábio Assunção) e Sofia (Mariana Lima).

Por que vai valer a pena?

No geral, a minha expectativa para Onde Está Meu Coração? é muito positiva. A série aponta para a expansão dos temas abordados nas produções da Globoplay e a gente sabe muito bem que a plataforma tem condições plenas de realizar uma série de qualidade. Essa fé, inclusive, é boa parte do motivo para que eu esteja incluindo os lançamentos desse streaming na lista.

Arcanjo Renegado acompanhará a vida de um sargento que aceita ser corrompido e é líder de uma equipe do BOPE. O protagonista precisará enfrentar opositores em sua trajetória, além de vários inimigos poderosos e capazes de lhe trazer problemas.

O conflito da série terá início depois que o personagem se envolver em uma operação que terminará em chacina. A partir disso, ele será transferido para uma unidade localizada no interior do Rio de Janeiro.

Por que vai valer a pena?

Para mim, essa série será um grande acerto e trará retorno para a Globoplay, já que o enredo tem potencial para atrair o público brasileiro. É só lembrar que a temática funcionou em outras ocasiões e rendeu filmes que atualmente são queridos por muitas pessoas.

As Five será uma espécie de spin-off da 25ª temporada de Malhação e abordará a vida de Keyla (Gabriela Medvedovski), Ellen (Heslaine Vieira), Lica (Manoela Aliperti), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski) a partir de um reencontro, que acontecerá seis anos depois da amizade ser firmada.

Por mais que “As Five” tenham passado algum tempo afastadas, ao se reencontrarem elas perceberão que o sentimento que nutriam quando eram adolescentes não mudou nada e a amizade será sempre a mesma.

Por que vai valer a pena?

Estou curiosa para descobrir porque a Globoplay, depois de 25 anos de Malhação, considerou um grupo de amigas saídas da série relevante o suficiente para ganhar um spin off. Além disso, o formato mais “clássico” da história me faz ficar curiosa pela série.

O Caso Evandro será uma série documental a respeito do misterioso assassinato de Evandro Cateano, de apenas 6 anos de idade, ocorrido há quase três décadas.

Até o dia de hoje, o caso em questão é bastante controverso e cercado de questionamentos, tanto da parte de curiosos, quanto das autoridades. Os indícios de que o menino foi morto durante um ritual de magia negra cooperam para tudo isso.

Por que vai valer a pena?

O caso é bastante conhecido no Brasil pelo nome de As Bruxas de Guaratuba e desperta a curiosidade das pessoas sobre a investigação do crime, especialmente quando se pensa a época em que ocorreu e as dificuldades de se averiguar coisas que hoje seriam facilmente checadas, como o DNA.

Assim, valerá muito a pena acompanhar em imagens uma história que ganhou notoriedade recentemente graças ao podcast Projeto Humanos, de Ivan Mizanzuki, cuja quarta temporada comentou o caso de Evandro Caetano.

Sandy & Júnior – A História será uma produção documental que acompanhará a trajetória da dupla ao longo dos anos, destacando todo o sucesso alcançado pelos irmãos.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, a história de Sandy & Júnior será contada desde a sua primeira apresentação na TV, que aconteceu ainda em 1989. Além disso, também será inclusa a mais recente turnê do duo, Nossa História, que marcou o reencontro entre os irmãos nos palcos.

Por que vai valer a pena?

Se você acompanhou as notícias do último ano, uma das coisas mais faladas nas redes sociais foram os shows de Sandy & Júnior. Somente isso já revela o potencial de sucesso da série, visto que uma grande parte do público dos dois ainda não superou o término da dupla e comemorou bastante a turnê Nossa História – que conseguiu lotar os shows em todas as cidades por onde passou.

Produzir uma série sobre a dupla bem nesse momento, sem dúvidas, foi um grande acerto da Globoplay. Afinal, Sandy & Júnior provaram nesse retorno que ainda são tão fortes quanto antes.

Betinho será uma série biográfica sobre a vida de Hebert de Souza, sociólogo que faleceu no ano de 1997. Betinho (Júlio Andrade), como era conhecido, dedicou toda a sua vida a lutar contra as injustiças sociais e a favor da liberdade.

De acordo com as informações divulgadas pela Globoplay, a trama mostrará o retorno do sociólogo ao Brasil, em 1979, após passar um tempo como exilado político no exterior. Será exatamente nessa volta que ele se envolverá com o Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e  Pela Vida, a maior campanha social do Brasil.

Por que vai valer a pena?

Todo o investimento realizado pela Globoplay em produções originais é notável e a decisão de fazer Betinho aponta para a possibilidade de que cada vez mais conteúdo sobre pessoas importantes para a história do Brasil seja produzido pelo streaming.

Porém, para além disso, conhecer a história do sociólogo por meio da série será interessante, já que é importante conhecer a trajetória de quem veio antes e lutou para que as coisas se tornassem o que são no presente.

Luna Nera contará a história de mulheres que foram acusadas de praticar bruxaria na Itália durante o século XVII. A trama se baseará no livro As Cidades Perdidas – Lua Negra e terá como foco uma jovem que precisa fugir da sua aldeia, acompanhada pelo irmão mais novo, depois de ser acusada de bruxaria.

Após fugir, a garota encontrará abrigo com outras mulheres que passaram pelo mesmo. Porém, ela se verá forçada a escolher entre o amor de um caçador de bruxas e a sua posição de liderança em uma irmandade mágica.

Por que vai valer a pena?

A Netflix tem aproveitado os bons ventos relacionados às suas séries de suspense e terror para fazer mais conteúdo nesse segmento. Além disso, a temática de bruxas anda em alta e Luna Nera demonstra potencial para fazer sucesso.

Como Sobrevivir Soltero contará com 13 episódios centrados em Sebastian Zurita, que interpretará a si mesmo, e nos seus amigos. A série falará sobre a vida do personagem citado e acompanhará os altos e baixos de seus relacionamentos.

Ainda não foram divulgadas maiores informações, trailers ou mesmo imagens da série.

Por que vai valer a pena?

Como Sobrevivir Soltero está sendo vendida como a primeira comédia do Prime Video falada em uma língua estrangeira. Somente por esses fatores já acho que vale a pena conferir o que a plataforma tem a oferecer.

O formato não parece oferecer grandes inovações, já que se trata de mais uma série acompanhando um grupo de amigos que lidam com dificuldades de relacionamentos, mas pode ser divertido. Vamos aguardar.

The Plot Against America se passa depois que Charles Lindbergh, um herói da aviação com um histórico populista, consegue vencer Franklin D. Roosevelt e se tornar o presidente dos Estados Unidos. A partir do momento que ele assume o seu posto, o país vai se moldando e mudando de maneira gradual até atingir uma tendência fascista.

Por que vai valer a pena?

A minissérie em questão foi selecionada para trazer mais diversidade de gêneros à lista de estreias de 2020, ampliando as possibilidades do público do Maratonista de Menu.  Além disso, The Plot Against America promete trazer uma perspectiva diferente dos fatos e contar a história exatamente como na obra de Philip Roth, na qual a série será baseada.  

Hollywood está sendo descrita como uma espécie de “carta de amor à Era de Ouro de Tinseltown”. A promessa é que a série aborde várias narrativas diferentes sobre a Hollywood da década de 1940.

Até o presente momento, o que se sabe é que o programa será produzido pelo ator Darren Criss e contará com David Corenswet, Holland Taylor,  Jim Parsons, Laura Harrier e Maude Apatow no elenco.

Por que vai valer a pena?

As produções do Ryan Murphy não têm meio termo: ou são excelentes, ou são verdadeiras bombas.

Porém, seguimos dando o benefício da dúvida para esse moço trabalhador e sempre assistimos às suas séries, encontrando gratas surpresas pelo caminho. Assim, vou citar Ryan como um bom motivo para dar uma chance a Hollywood.

Embora falar sobre os bastidores de Hollywood seja um tema batido, o Maratonista de Menu nunca vai se cansar do assunto ou da Era de Ouro. Então, por aqui, essa série já nasceu aclamada.

Bridgerton acompanhará a vida dos Bridgertons (é mesmo? Uau!) durante as décadas de 1810 e 1820. A família em questão possui uma estrutura um pouco diferente das demais e é composta por oito irmãos, nomeados em ordem alfabética (?). Para aumentar as particularidades, essa família é chefiada por Lady  Violet Bridgerton (Ruth Gemmell), uma viúva bastante respeitada em Londres.

Bridgerton se baseia em uma série de livros e, ao que tudo indica, a primeira temporada contará somente o enredo do primeiro livro da saga, O Duque e Eu, que narra o romance entre Simon Basset (Regé-Jean Page) e Daphne Bridgerton (Phoebe Daynevor).

Porque vai valer a pena?

Pela época em que se passa a série e as particularidades da família, já me animei bastante. Valerá a pena pelo menos dar uma olhada pra ver os desdobramentos da história e analisar se vale mesmo se envolver com algo baseado em uma saga e que, portanto, pode acabar abruptamente (Anne With An E não me deixa mentir) ou continuar por anos e anos.

Leia também:

Continue Assistindo?: Globoplay

10 séries que se despedem em 2020

11 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *