fbpx
Algoritmo Humano

7 séries e filmes para quem gostou de Normal People

Dicas de séries para quem gostou de Normal People

Baseada no romance homônimo de Sally Rooney, Normal People é uma série de TV irlandesa, feita em parceria pela BBC Three e o serviço de streaming Hulu. Assim, devido ao fato de que essa plataforma não está disponível no Brasil, até pouco tempo Normal People não podia ser vista no país. 

Entretanto, no mês de julho, o Starzplay disponibilizou o programa em seu acervo como parte de um acordo firmado com o Hulu, que assegura a distribuição de algumas séries da plataforma no Brasil. Logo, a gente não perdeu tempo e já foi conferir para entender todo o barulho feito pela produção, que conquistou algumas indicações ao Emmy desse ano.

Em termos de enredo, Normal People conta a história de Marienne (Daisy Edgar-Jones) e Connell (Paul Mescal), dois jovens que vivem em uma pequena cidade da Irlanda e estudam no mesmo colégio. Os dois, na superfície, não têm absolutamente nada a ver. Enquanto Marienne é uma moça rica, de poucos amigos e inteligência acima da média; Connell é pobre e se parece com o estereótipo do “atleta burro e popular”, algo que vai sendo desconstruído através do contato entre os personagens. 

Apesar de todas as suas aparentes diferenças, eles acabam se envolvendo romanticamente enquanto ainda estão no ensino médio. Porém, devido às “regras” e à “estrutura social” dos corredores de escola, Connell pede para que o relacionamento seja mantido em segredo e Marienne aceita, o que é uma receita para o desastre. 

Portanto, eventualmente, eles acabam terminando. Entretanto, a vida insiste em colocá-los frente a frente em diversos momentos posteriores. Assim, quando ambos já estão na faculdade, eles voltam a se encontrar. Mas, por mais que as afinidades de Marienne e Connell, bem como a sua química, seja algo que salta aos olhos, eles não conseguem encontrar uma forma de se acertar. Então, os encontros sempre acabam se transformando em pontos de atrito e em consequentes afastamentos. Quase sempre, tais atritos têm relação com alguma dificuldade individual, gerada por traumas de Marienne e Connell – o que automaticamente lembrou a nossa primeira indicada.

Love

Love (série similar a Normal People)
Onde assistir: Netflix

Em Love a gente acompanha Mickey (Gillian Jacobs) e Gus (Paul Rust), dois jovens adultos que tentam fazer o seu relacionamento torto dar certo. O humor da série pode não ser para todo mundo, mas acho que quem gostou de Normal People tende a gostar de Love. Afinal, as duas são tematicamente próximas, apesar dos focos diferentes e da forma diferente como tratam os personagens. 

Além disso, outro ponto de afinidade das duas séries é a compreensão imediata que os protagonistas criam. Portanto, Connell pode até estar cercado de amigos no ambiente escolar, mas nenhum deles o conhece de forma profunda. O que eles sabem sobre o rapaz é que ele é alguém inteligente, com aptidão para os esportes e que desperta o interesse das meninas. Entretanto, a sensibilidade, os interesses e os seus traços de personalidade, quem verdadeiramente conhece é Marienne. E, talvez, Lorraine (Sarah Greene), a mãe do rapaz. 

Indo além desse fato, Love também constrói os seus personagens com base em estereótipos. Assim Gus é o típico nerd, que traz a sua esquisitice para o relacionamento. Mickey, por sua vez, é a “cool girl” que, no fundo, é muito insegura. Em Normal People isso pode ser visto especialmente no primeiro reencontro entre Marienne e Connell. Já na faculdade ela reinventou a sua imagem para se livrar da “caixinha” de “louca” em que foi colocada no ensino médio. Aliás, nela isso também se torna evidente a partir dos relacionamentos escolhidos ao longo da vida. Todos eles são disfuncionais e marcados pela anulação dos seus traços de personalidade frente às necessidades dos seus parceiros. 

Por fim, Love também é uma indicação interessante na medida em que o humor da série é bastante destrutivo e torto, mostrando que relacionamentos não são fáceis. Exatamente como na próxima da lista.

Quem gostou de Normal People vai gostar de Easy

Easy (série similar a Normal People)
Onde assistir: Netflix

Easy é uma série feita em forma de antologia. Ou seja: a cada episódio, nós somos apresentados a um casal diferente e aos seus dilemas. Assim, várias perspectivas do amor são retratadas, bem como vários problemas ligados aos relacionamentos. Embora alguns episódios sejam mais interessantes que os outros, o todo é bastante rico para quem gostou de Normal People. Atualmente, Easy possui três temporadas e vários personagens tendem a fazer retornos esporádicos, seja como protagonistas ou coadjuvantes nas histórias de terceiros.

Discutindo questões como comprometimento, compatibilidade e o papel da tecnologia nos relacionamentos, Easy consegue ser engraçada e emocionar. Afinal, os temas discutidos são universais e próximos de todo mundo. Além disso, outro acerto da série é falar também sobre vínculos que vão além do amor, discutindo questões como a ligação entre irmãos, por exemplo, algo que se faz presente em Normal  People de uma forma bastante incômoda. 

Entretanto, essa não é a única interseção que as duas séries encontram. Os desencontros de Marienne e Connell também estão retratados em alguns episódios de Easy. Porém, como se trata de uma antologia, alguns capítulos são mais interessantes do que outros para quem gostou de Normal People e, portanto, tudo vai depender do que você achou mais legal na série – o que se repete com a próxima indicada.

Modern Love

Modern Love
Onde assistir: Prime Video

Embora seja bastante próxima de Easy, Modern Love conseguiu fazer mais barulho nas redes sociais do que a série da Netflix. Com um elenco de estrelas, que inclui Anne Hathaway, Dev Patel e Tina Fey, o programa do Prime Video também é uma antologia, composta por 8 episódios que retratam as dificuldades de relacionamento e os desencontros amorosos. Entretanto, a série traz para o centro de suas discussões outras questões, como a saúde mental e o impacto que ela tem nos vínculos afetivos, o que se faz presente em pelo menos dois episódios diferentes. 

Porém, o tom tende a ser mais ameno e, por vezes, quase otimista, o que se afasta um pouco do realismo presente em Normal People. Mas, se você estiver precisando exatamente de algo embalado em um pacote um pouco mais luminoso depois de acompanhar Marienne e Connell, essa série será uma ótima opção para você. especialmente o primeiro episódio, que deixa o coração aquecido. 

Assim, Modern Love fecha as nossas indicações de séries e a partir do próximo item indicaremos alguns filmes que quem gostou de Normal People provavelmente vai gostar também.

Quem gostou de Normal People vai gostar da trilogia Before

Trilogia Before
Onde assistir: Antes do Amanhecer (1996): Telecine Play  | Antes do Pôr do Sol (2004): HBO Go | Antes da Meia-Noite (2013): HBO Go

O primeiro filme da trilogia Before, de Richard Linklater, foi lançado em 1996. Nele, acompanhamos Jesse (Ethan Hawke) e Celine (Julie Delpy), dois jovens que se conhecem em um trem na cidade de Paris e conversam por uma noite inteira. As afinidades e a química são notáveis, mas nós sabemos que eles vão se separar em breve. Porém, a raridade do que vemos nascendo na tela faz com que a gente torça pelo contrário.

Em Antes do Pôr do Sol, eles se reencontram um pouco mais velhos e em lugares diferentes das suas vidas. Entretanto, a consciência aquela conexão não vai se repetir com outras pessoas torna esse filme bastante agridoce. Além de tornar a torcida por Jesse e Celine inevitável. Porém, 11 anos se passaram até que tivéssemos um desfecho.

De fato, Jesse perdeu o voo. Ele e Celine se casaram. Mas, como o tempo corrói tudo, o casamento está em crise. Assim, Antes da Meia Noite é o filme mais amargo dos três, além de ser o mais reflexivo. Ele te deixa com aquela sensação de que, inevitavelmente, qualquer relacionamento está fadado ao fracasso – ou às turbulências. 

Essa sensação é algo bastante comum enquanto se assiste Normal People, já que de um episódio para o outro os protagonistas passam por verdadeiras montanhas-russas de sentimentos, tanto um pelo outro como por pessoas que estão ao seu redor. Além disso, guardadas as devidas proporções, o vínculo entre Marienne e Connell me lembrou bastante de Jesse e Celine. Essa “coisa” especial que ninguém sabe definir muito bem como se forma entre duas pessoas – algo que a protagonista do nosso próximo indicado tenta explicar em uma cena.

Frances Ha

Frances Ha
Onde assistir: Netflix

À primeira vista, indicar Frances Ha para quem gostou de Normal People pode parecer algo aleatório. Afinal, o filme não fala de relacionamentos, mas sim sobre uma jovem adulta, Frances (Greta Gerwig), que tenta encontrar o seu lugar no mundo em meio aos tropeços. Entretanto, pela cena do jantar, o longa-metragem de Noah Baumbach acabou entrando nessa lista. 

Nessa cena, Frances tenta explicar para um grupo de pessoas que acabou de conhecer o que ela espera de um relacionamento. Afirmando que sabe que está soando como uma louca, ela descreve uma situação de cumplicidade que faz com quem assiste também acabe entendendo algo sobre as próprias expectativas. Além disso, ao assistir Normal People, o relacionamento dos protagonistas acabou me lembrando exatamente a descrição de Frances – ou uma versão torta dela.

Indo além dessa cena, eu indicaria esse filme para quem gostou da estrela desse Algoritmo Humano porque, no fim das contas,  tentar encontrar o seu lugar no mundo é algo bastante presente em Normal People. Afinal, Marienne se reinventa por completo – e se adequa a uma série de absurdos – para tentar fazer isso. Connell, por sua vez, percebe que ele é deslocado do restante das pessoas após sair da escola e passa a se esforçar para criar laços que sejam mais verdadeiros. 

LEIA TAMBÉM:

5 séries para quem gostou de Dispatches From Elsewhere

6 filmes para quem gostou de Hollywood

4 filmes e séries para quem gostou de Pequenos Incêndios por Toda Parte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *